Histórico

FotoO interesse pela raça Jersey começou pelo patriarca da família, Walfrido Hermes Monteiro. Foi um dos pioneiros na criação da raça no Estado do Ceará, criando Jersey desde o inicio da década de 50 e participando das primeiras EXPOECE  (até hoje considerada a maior mostra da pecuária cearense).

Segundo Claudio Teófilo Júnior, seu avô já levava exemplares do criatório para expor nesse certame. Para a formação da sua criação, Walfrido buscou animais importados do Uruguai, que possuía excelentes rebanhos e exportava para o Brasil. De início foram adquiridas 10 matrizes e 01 reprodutor que serviram de base para o seu criatório.

Criou Jersey por duas décadas em sua propriedade, a Fazenda Viração, localizada em Capuan (Caucaia – CE). O local foi assim chamado em homenagem ao tataravô de Cláudio Junior, que possuía uma fazenda na região de Icó (Jaguaribe - CE) com o mesmo nome.

Desgostando-se de seu criatório devido a perda de seu touro, decidiu usar a raça Holandesa para cruzar com as suas vacas. Dos bezerros que nasceram, um tourinho foi dado ao seu genro Cláudio Teófilo, que iniciava sua criação de animais da raça Girolando no final da década de 1960 na Fazenda Cajazeiras, localizada em Sítios Novos (Caucaia – CE).  As bezerras desse tourinho, quando viraram matrizes, tiveram uma destacada produção. Mas infelizmente, nessa época o criador já havia se desfeito do tourinho, pois optara trabalhar com um reprodutor puro da raça Holandesa.

Foto histórica da fazenda Arvoredo
Produtor na Fazenda Cajazeiras até o inicio da década de 1980, Cláudio Teófilo sempre trabalhou com a raça Girolando e junto com sua família teve uma vida mais próxima do campo. Em 1989 comprou o Sítio Arvoredo em Cascavel (CE) e começou a planejar o que iria criar na propriedade, levando em conta toda sua experiência adquirida no criatório anterior.

Após análises e diagnóstico conclusivo (fruto de visitas a outras propriedades),  em 1991 começou a criar gado da raça Jersey P.O. adquirindo matrizes de grandes criadores dos estados de Pernambuco, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina.
Sempre preocupados com o melhoramento genético e atentos as novidades do segmento, utilizaram as mais avançadas tecnologias disponíveis no mercado. Desde 1991, utilizam a técnica de inseminação artificial e o estudo dos melhores acasalamentos para o aprimoramento do rebanho.


Segundo Junior,

Hoje, o conhecimento dos profissionais das Fazendas Reunidas CT é referência na criação de Jersey.

“Em 2010, ampliamos o nosso negócio. Já para 2011, estamos em fase final de implantação de um novo projeto na Fazenda Aipiti – Trairi – CE. Como fruto do nosso planejamento de 2010, modificamos o nome de nosso criatório para “Fazendas Reunidas CT” e transformamos o Sítio Arvoredo em nossa unidade 01, com a produção de matrizes e a Fazenda Aipiti em unidade 02, com a produção de leite.“

Imprimir Compartilhar conteúdo: E-mail
x 
Enviando...
Para (e-mail):

De (e-mail):

Mensagem (opcional):

Twitter Orkut Facebook